Minha História

Formada em Artes, Teologia e Gastronomia, tudo junto e misturado só podia resultar em: - Receber com arte - Reunir para agregar e estreitar laços de afeto - Cozinhar com gosto, sabor e cor Autora do livro “Linguiça, Café e Cachaça – O Gostinho do Interior”. Premiada pela revista Gula. Escreveu para revistas e jornais regionais, participou de programas da TV local, além de colaborar com blogs e clube do vinho. Trabalha como personal chef e oferece cursos a grupos intitulados “Receber+”, onde dá dicas de pratos, etiqueta e serviços de mesa.
Gostinho do Interior
Pães , Tortas e bolos

Bolo Magali

Bolo Magali
Ingredientes:
Massa

1 copo de leite
2 copos de açúcar
2 copos de farinha de trigo
3 ovos
2 colheres de sopa de manteiga sem sal
1 colher de sopa de fermento em pó
Cobertura
1 copo de açúcar
1 copo de leite
100 g de coco ralado grosso
Preparo
:
Bata os ovos, o leite, o açúcar, a manteiga no liquidificador
Acrescente a farinha e bata até obter uma massa homogênea
Junte o fermento e pulse rapidamente
Coloque em forma untada, enfarinhada e leve ao forno por cerca de 45 min
Cobertura:
Coloque o leite o açúcar e o coco numa panela e leve à fervura

Retire o bolo do forno, fure bem e cubra com a mistura de coco

Post Relacionado
Bolo de Banana
25/03/2020
Em Tempos de Coronavírus
19/03/2020
CHURRASCOS – Defumados COM A TAMPA
22/01/2020
Pães , Tortas e bolos

Bolo de Banana

Bolo de Banana
Ingredientes:
Calda

1x de açúcar
1/2 x de água
6 a 7 bananas em rodelas
Massa:
3 ovos
2x de açúcar
1x de leite
1/2x de óleo
2x de farinha de trigo
1 colher de sopa de canela em pó
1 colher de sopa de fermento em pó
Preparo:
Calda

Numa panela em fogo baixo, coloque o açúcar e a água mexendo até dissolver por completo.
Deixe caramelizar por cerca de 15 minutos; pincele as bordas que formam cristais.
Enquanto isso bata o bolo
Massa
No liquidificador coloque os ovos, o açúcar, o óleo e o leite
Bata bem e acrescente a farinha de trigo e a canela; continue batendo até obter uma massa homogênea.
Junte o fermento e pulse no liquidificador sem bater demais.
Unte uma forma redonda com manteiga, coloque a calda e as bananas descascadas e cortadas em rodelas.
Jogue por cima a massa do bolo e leve ao forno pré-aquecido por cerca de 45 min
Retire do forno e coloque sobre uma grade. Desenforme o bolo ainda morno.

Post Relacionado
Em Tempos de Coronavírus
19/03/2020
Receitas especiais, uncategorized

Em Tempos de Coronavírus

Receitinhas Saudáveis, Fáceis e Práticas
Para o Café da Manhã
Salada de Frutas com Iogurte
Ingredientes:
1 maçã cortadas em cubos
1 banana cortadas em rodelas
1 pêssego sem caroço cortados em cubos
1 laranja cortadas em gomos
1 mamão papaya cortados em cubos
1 copo de iogurte natural
Canela em pó a gosto
Preparo:
Corte todas as frutas em pedaços e coloque-os em uma tigela.
Adicione o iogurte, a canela e misture bem.
Tampe a tigela e deixe na geladeira pelo menos 2 horas.
Mexa bem antes de servir e dura dois a três dias na geladeira.

Tapíoca
Ingredientes:

½ xícara (chá) de polvilho doce
2 colheres (sopa) de água filtrada
¼ de xícara (chá) de queijo meia cura
mel a gosto para servir
Preparo:
Numa tigela, coloque o polvilho e regue aos poucos com a água. Vá misturando com as pontas dos dedos para hidratar de maneira uniforme — a textura final deve ser de uma farinha úmida, mas com grãos soltos, que modela ao ser apertada, caso necessário junte um pouco mais de água.
Leve uma frigideira pequena antiaderente ao fogo médio. Para saber se está quente o suficiente, salpique um pouco da farinha hidratada — ela deve pular depois de alguns segundos.
Abaixe o fogo e peneire a farinha de tapioca sobre a frigideira, formando uma camada uniforme – se necessário, espalhe a farinha com as costas de uma colher, sem compactar. Deixe a goma firmar por 30 segundos.
Polvilhe ¼ de xícara (chá) de queijo meia cura ralado sobre a tapioca, dobre e deixe na frigideira por 1 minuto e meio de cada lado, até o queijo derreter. Sirva com mel.

Couscous
Ingredientes:

1 ½ xícara (chá) de farinha de milho flocada (para cuscuz nordestino)
½ colher (chá) de sal
¾ de xícara (chá) de água
2 colheres (sopa) de manteiga
salsinha picada a gosto
páprica defumada a gosto
sal e pimenta-do-reino moída na hora a gosto
Preparo:
Numa tigela misture a farinha de milho e o sal. Regue com a água aos poucos, mexendo com uma colher para umedecer a farinha – a textura deve ficar como a de areia molhada, bem úmida. Deixe a farinha hidratar por 10 minutos, assim os flocos ficam mais macios ao cozinhar no vapor.
Preencha o fundo da cuscuzeira com água e encaixe o cesto de vapor na panela. Transfira a farinha de milho hidratada para o cesto, sem compactar. Tampe e leve para cozinhar em fogo alto.
Assim que começar a ferver, vai sair um leve vapor pela lateral da tampa. Abaixe o fogo e deixe cozinhar por mais 10 minutos até o cuscuz ficar bem macio. Verifique ao abrir a tampa: o cuscuz deve estar inflado, macio ao toque.
Desligue o fogo e, com cuidado para não se queimar ou virar o cesto, puxe a haste central para desenformar cuscuz. Transfira para uma tigela e desfaça o cuscuz em pedaços com um garfo.
Numa tigela pequena, misture a manteiga com ¼ de xícara (chá) da água fervente da cuscuzeira. Mexa com uma colher até derreter pelo menos a metade da manteiga – ela termina de derreter com o calor do cuscuz.
Regue a água com manteiga sobre o cuscuz e misture com o garfo – a água com manteiga deixa o cuscuz mais úmido e saboroso. Sirva a seguir com os ovos pochê temperados com sal, pimenta e páprica defumada, polvilhados com salsinha.
Sirva com ovos pochè, queijos, frios picadinhos, tomates, legumes etc

Entradas
Salada de quinoa com favas e ervilhas frescas
Ingredientes:

150 g de quinoa vermelha crua
120 g de favas frescas ou congeladas
80 g de ervilhas frescas ou congeladas
½ pepino japonês cortado em cubinhos
1 colher (sopa) de suco de limão siciliano
1 colher (chá) de raspas de limão siciliano
2 pitadinhas de canela
1 punhado de hortelã fresca picada
2 tâmaras secas cortadas em pedacinhos
3 damascos secos cortados em pedacinhos
1 punhado de nozes trituradas
½ cebola pequena bem picadinha
3 colheres (sopa) de azeite de oliva
1 colher (sopa) de vinagre balsâmico
Sal a gosto
Preparo:
Comece cozinhando a quinoa (clique aqui para ver como fazer). Em paralelo, cozinhe também as favas e as ervilhas frescas, separadamente, até que fiquem al dente. Deixe esfriar e reserve.
Uma vez que os ingredientes quentes estejam frios, coloque-os em uma tigela e misture.
Junte o pepino, a hortelã, as tâmaras, os damascos e a cebola. Misture bem.
Por fim, coloque os temperos na seguinte ordem: azeite, vinagre, sal, canela e as raspas de limão. Misture.
Finalize com o suco de limão e só então acrescente as nozes trituradas. Misture bem para incorporar todos os ingredientes. Em seguida, deixe a mistura repousar por cerca de 30 minutos e sirva.

Salada de Escarola com Pera e Molho de Queijo
Ingredientes:

1 maço de escarola
2 miniperas
caldo de ½ limão
1 pote de iogurte natural sem açúcar
3 colheres (sopa) de queijo azul esfarelado (gorgonzola ou roquefort)
1 dente de alho
1 pitada de sal
Preparo:

  1. Lave as folhas de escarola sob água corrente. Transfira para uma tigela com 1 litro de água e um bactericida da sua escolha. Deixe de molho por 15 minutos.
  2. Prepare o molho: descasque e bata o dente de alho num pilão com uma pitada de sal, até formar uma pastinha (se preferir pique fino com a faca); junte o iogurte, o queijo azul esfarelado e misture bem.
  3. Lave, seque, e corte as mini peras em quartos. Regue cada pedaço com o caldo de limão para não ficarem escuros.
  4. Retire as folhas da tigela, em vez de escorrer a água – assim as sujeirinhas ficam no fundo da tigela. Enxague, transfira as folhas para uma centrífuga de saladas e seque bem. Rasgue grosseiramente as folhas com as mãos e coloque numa saladeira, disponha as peras, regue com o molho e sirva a seguir.

Pratos
Espaguete ao molho de limão
Ingredientes:

1/2 limão1/2 xícara (chá) de azeite de oliva150 gramas de queijo parmesão ralado fino1/2 xícara (chá) de creme de leite fresco500 gramas de macarrão espaguete cozido al dente1 limão• pimenta-do-reino a gosto• manjericão a gosto
Preparo:
Em uma tigela, misture o suco de limão, o sal, a pimenta, o azeite e o parmesão.
Com um batedor de arame ou um garfo, bata até formar um creme.
Junte o creme de leite e misture.
Em uma travessa, coloque o espaguete, misture bem o creme, por cima, espalhe as folhas de manjericão e as raspas da casca de limão.
Sirva em seguida.

Filé de Frango ao Molho de Maracujá
Ingredientes:

4 filés de peito de frango desossados
5 maracujás
2 xícaras (chá) de açúcar
1 xícara (chá) de água
1/2 cubo de caldo de carne
sal e pimenta-do-reino a gosto
Preparo:
Em uma panela misture o açúcar com a água e leve ao fogo até formar uma calda em ponto de fio. Junte as polpas dos maracujás e o cubo de caldo de carne. Ferva por mais dez minutos. Reserve. Tempere os peitos de frango com o sal e a pimenta e grelhe-os em uma frigideira antiaderente untada. Sirva com o molho quente ou frio.

Rosbife Oriental
Ingredientes:

1 peça de filé mignon limpa
1 e 1/2 xícara de shoyu
1e 1/2 xícara de saquê
2 dentes de alho picadinhos
2 colheres de chá de gengibre ralado
1 colher de chá de açúcar
1 colher de sopa de suco de limão
Para grelhar:
100 gr de shitake
1 berinjela cortada em rodelas
1 abobrinha cortada em rodelas
Fatias de 1/2 pimentão vermelho
1 cebola fatiada
(ou qualquer outro legume que você queira usar: cenouras, vagem cozida etc.)
Preparo:
Corte os legumes em fatias de 1/2 cm. e coloque numa chapa ou grelha até ficarem macios. Salpique com sal.
Coloque em uma panela o shoyo, o saquê, o alho e o gengibre e leve ao fogo para ferver. Divida o filé em duas partes e junte ao molho de shoyo, na panela. Cozinhe por cerca de 15 minutos virando regularmente. Retire do molho e coloque numa tábua para descansar por 5 minutos.
Acrescente o açúcar na panela e ferva o molho novamente, coe e junte o suco de limão.
Fatie a carne e sirva com os legumes grelhados. Regue com um pouco do molho.

Couscous com Lombinho ensopado
Ingredientes:
Couscous

500 ml de água
500 g de semolina
1 colher de sobremesa de canela em pó
1 colher de sopa rasa de sal
1 colher de sopa de manteiga integral sem sal
1 Maçã verde em cubos
1 xícara de passas pretas sem sementes
Preparo:
Ferver a água, acrescentar a manteiga, as passas, a maçã verde, o sal e a canela em pó. Mexer, juntar a semolina, mexer a panela e fechar com a tampa. Aguarde uns minutinhos até que a semolina absorva toda a água.
Lombo ensopadinho
Ingredientes:

1k e ½ de lombo de porco em cubos
3 dentes de alho picadinhos
1 cebola picada
Pimenta-do-reino a gosto moída na hora
1 pimenta dedo-de-moça sem sementes, picadinha
Suco de 1 limão taiti
1 colher de sopa de farinha de trigo
Sal a gosto
1 copo de vinho branco seco
½ maço de salsinha
1 folha de louro
Raminhos de tomilho
Preparo:
Colocar o lombo na vinha d’alhos feita com uma pasta de cebola e alho, as ervas, a pimenta dedo-de-moça, o suco de limão e um pouco de água
Aqueça a panela, acrescente o óleo e sele o lombo té dourar
Retire o lombo e deglaceie a panela om o vinho, reduza e acrescente a vinha d’alhos, retornar o lombo, abaixe o fogo e cozinhe com a panela tampada por cerca de uma hora e meia. Caso necessário pingue água no canto da panela. Ao final da cocção, retirar o lombo, coar o molho e voltar para a panela acrescentando a farinha de trigo diluída em água se necessário. Retorne o lombo e aqueça no momento de servir.

Sobremesas
Salada de frutas com gelatina
Ingredientes:

2 envelopes de gelatina em pó branca, sem sabor
1/2 xícara de água (120 ml)
2 xícaras de leite (480 ml)
4 colheres (sopa) de açúcar
1/2 colher (chá) de essência de amêndoa
1 carambola cortada em fatias
1 mamão papaia médio, cortado em cubos
2 mexericas em gomos, sem pele e sem sementes, cortados ao meio
1 abacaxi pequeno, cortado em pedaços (1 kg)
1/3 de xícara de açúcar (60 g)
4 colheres (sopa) de suco de limão
Preparo:
Prepare a gelatina
Numa panela média, polvilhe a gelatina sobre a água e deixe hidratar por 5 minutos. Leve ao fogo baixo e mexa até derreter. Junte o leite, o açúcar e a essência de amêndoa e misture bem.
Despeje numa forma grande, de modo que a gelatina fique com 1 cm de espessura. Leve à geladeira por cerca de 1 hora ou até a gelatina endurecer.

Creme com Frutas
Ingredientes:

1 lata de pêssego em calda4 colheres (sopa) de calda do pêssego1 pacote de cream cheese200 creme de leite fresco20 gramas de açúcar4 ramos de hortelã4 colheres (sopa) de calda de frutas vermelhas
Preparo:
Escorra o pêssego e reserve 4 colheres de sopa da calda.
Corte metade dos pêssegos em cubos e reserve.
No liquidificador, bata o restante dos pêssegos com a calda restante.
Bata o cream-cheese até ficar cremoso. Reserve.
Bata o creme de leite com o açúcar até dar ponto de chantili e incorpore ao creme de queijo.
Em taças individuais, coloque uma camada do pêssego batido, uma camada de creme de queijo, distribua a calda de frutas vermelha, os cubos de pêssego e, por último, uma camada de creme de queijo.
Leve à geladeira no mínimo 30 minutos antes de servir.
Dica: você pode substituir o pêssego por figo ou abacaxi em calda.

Post Relacionado
Vegetais Variados na Grelha
22/01/2020
inspirações

CHURRASCOS

CHURRASCOS
Não é difícil organizar e decorar a casa para um churrasco. Porém, é necessário um planejamento prévio para que, no dia, tudo ocorra com tranquilidade e você possa se divertir com seus convidados.
Quando iniciar os preparativos, é preciso escolher as carnes, as bebidas e a acomodação das pessoas. Também é necessário pensar no número de convidados, para que não falte comida e bebidas para ninguém.
O churrasco pode ser decorado com peças improvisadas e itens que já tenha em casa, como tiras de chita ou juta em volta das panelas de serviço, vasinhos ou baldinhos para os talheres, sisal para amarrar guardanapos, vasinhos de ervas ou pimentas nas mesas, louça temática, frutas e legumes também decoram; o importante é mostrar o carinho para com seus convidados e caprichar nos detalhes.

Post Relacionado
CHURRASCOS
22/01/2020
Técnicas Culinárias

CHURRASCOS – Defumados COM A TAMPA

CHURRASCOS – Defumados
COM A TAMPA

Fazer churrascos utilizando uma churrasqueira com tampa é como fazê-lo na churrasqueira comum. Porém esse acessório faz com que a sua churrasqueira passe a assar e defumar alimentos com perfeição.
Por defumação entende-se a exposição direta do alimento à fumaça, seja para conservá-lo ou agregar sabor. O sabor da defumação será correspondente ao tipo de fumaça, isto é, aos ingredientes utilizados (ervas, especiarias, madeiras – pode-se usar cascas de árvores frutíferas).
Para produzir defumações o alimento pode ser preparado em cura seca ou úmida (marinadas), refrigerado e mantido em contato com o ar, a fim de que se forme uma película protetora (responsável pela absorção e cor) que ajudará na defumação e adição de sabor ao produto.
Dicas:

  • Lembre-se sempre de verificar as instruções de uso que vem com a churrasqueira. Isso não só fará com que você tome as medidas de segurança, mas também que conheça o potencial da sua churrasqueira como um método alternativo de cozinhar.
  • Utilize assadeiras descartáveis de alumínio para assar pedaços grandes de carne ou para colocar as lascas de madeira utilizadas na defumação.
  • A quantidade de lascas de madeira usada determina o sabor final de seu defumado.
  • A madeira para defumar pode ser encontrada tanto em lascas como em nacos ou serragem. A serragem queima mais rápido que as lascas e estas, por sua vez, queimam mais rápido do que os nacos. Quanto mais rápido a madeira queimar mais calor ela irá produzir. Se a encontrar, a madeira em nacos é a melhor alternativa para o preparo de cozimento lento.
  • Quando usar produtos de madeira para churrascos, use sempre a madeira não tratada. Esses produtos, especialmente vendidos para esse fim, não contém agentes químicos. Cada tipo de madeira acrescenta diferentes sabores aos alimentos. Desta forma, experimente até encontrar o que mais lhe agrada.
  • Tire o máximo partido de sua churrasqueira usando-a para preparar também aperitivos e acompanhamentos deliciosos!
  • É sempre bom servir uma alternativa vegetariana nos churrascos, portanto, abuse das saladas e legumes grelhados.
Post Relacionado
SALMOS 2009 Miguel Torres
24/10/2019
CONVERSA DE AMIGOS
05/09/2019
Dicas

CHURRASCOS

CHURRASCOS
A previsão para o fim de semana é de sol e calor? Quer cenário melhor para organizar um churrasco?
Há milênios, o homem aprendeu a assar os animais que caçava e descobriu que a carne feita dessa maneira é muito saborosa!
Antigamente fazer churrasco era cansativo e até mesmo considerado deselegante; na verdade, admite certa informalidade mas não deve ser confundida com desleixo. Os convidados merecem ser recebidos com conforto e num ambiente agradável. Além das flores, boas alternativas são os arranjos com legumes, frutas, pimentas ou temperos. Sobre uma mesa ou aparador, coloque os pratos, talheres, copos e guardanapos; pequenos pesos ou prendedores enfeitados com flores ou fitas, evitam que as toalhas voem com o vento E finalmente, é bom saber que os churrascos vão muito além de grelhar bifes e lingüiças.
Lista de compras para churrasco:
 Carnes (calcular aproximadamente 400 gramas por pessoa. Para crianças, conte 200 gramas);
 Sal grosso;
 Carvão;
 Álcool;
 Gelo;
 Bebidas com e sem álcool (o ideal é 1 litro e meio por convidado);
 Água (1 litro por pessoa);
 Descartáveis;
 Guardanapo;
 Papel alumínio;
 Sacos de lixo;
 Acompanhamentos (vinagrete, farofa, pão, arroz, pimenta, maionese e o que mais desejar. Calcule 400 gramas de comida por pessoa, sem contar a carne);
 Itens para banheiro (papel higiênico, toalha e sabonete líquido);
 Material de limpeza.

Cálculo por pessoa: Algumas pessoas comem até 1 kg de carne, porém, outros se satisfazem com apenas 250 g. Portanto calcule 400 g por pessoa (no caso de adultos), é a conta certa para nunca faltar.
Mas toda regra tem exceções, portanto, quanto maior a variedade de carnes servida, maior deve ser a quantidade por tipo, para não haver o risco de faltar quando várias pessoas optarem por um tipo de corte.
Sendo mais prático, se optar por: lingüiça fresca, costela de porco e uma carne de boi, a conta por pessoa será: 100 g de lingüiça, 200 g de costela de porco (seria 100 g, mas, como metade é osso, calcule o dobro) e 200 g de picanha, por exemplo. Total: 400 g .
Se optar por uma quantidade maior: lingüiça fresca, asa de frango e costela de porco, seguidos de picanha, maminha, fraldinha e costelas de cordeiro. Vamos às contas: 60 g de lingüiça, 100 g de asa de frango (metade osso), 100 g de costela de porco (metade osso), 150 g de picanha, 100 g de maminha, 100 g de fraldinha e 200 g de costela de cordeiro (metade osso e perdas). Total: 710 g, considerando tudo, sem as perdas dos ossos.

Post Relacionado
CHURRASCOS
04/03/2020
Pescados

Churrascos : Namorado e camarões Defumados

Churrascos : Namorado e camarões Defumados
(6 porções)
Ingredientes:

1 k de filé de namorado
12 camarões rosa – 21 – limpos
60 g de sal fino
30 g de açúcar refinado
1 colher de chá de cravo em pó
1 colher de chá de louro em pó
1 colher de chá de cebola em pó
1 colher de chá de pimenta da Jamaica em pó
Preparo:
Misture o sal, o açúcar, as especiarias e cubra os pescados. Deixe curar por 15 min.
Retire a cura, lave os pescados sob água fria e deixe-os secarem descobertos sob refrigeração. Proceda então, a defumação.
Defumação:
Ingredientes:

300 g de arroz longo
50 g de açúcar refinado
50 g de gengibre em pó ou fresco ralado
1 colher de chá de canela em pau
1 colher de chá de anis estrelado
1 colher de chá de sementes de erva-doce
1 colher de chá de estragão seco
Preparo:
Aqueça uma panela e torre o açúcar, o arroz e as especiarias até começar a subir uma fumaça branca e espessa
Coloque imediatamente a grelha na panela e disponha os filés já temperados sobre ela
Tampe e defume em fogo baixo por 3 a 5 min.
Retire os pescados e descarte a mistura da defumação.
Sirva com os acompanhamentos de sua preferência.
Acompanhamentos Sugeridos:
Ovos cozidos
Pão de forma preto
Mostarda escura
Dill fresco
Salsinha picada
Cebola picadinha
Pepino Caipira
Creme de leite fresco batido
Limão

Post Relacionado
Entradas

Churrascos: Castanhas Diversas Defumadas

Churrascos: Castanhas Diversas Defumadas
(4 a 6 porções)
Ingredientes:

250 g de amêndoas cruas
185 g de nozes
185 g de amendoins crus
125 g de castanha de caju crua
125 g de avelãs
2 colheres de sopa de serragem para defumar
1 colher de sopa de sal marinho
Preparo:
Aqueça uma churrasqueira em fogo médio, coloque a serragem em uma forma de metal sobre o carvão quente na churrasqueira.
Coloque as castanhas em assadeira e mexa bem, ponha sobre a grelha, tampe e defume por 30 min. Retire, acrescente sal e mexa bem. Sirva quente, mornas ou frias.

Post Relacionado
Dicas

Churrascos As Carnes


CARNE DE BOI:
Suculentas e saborosas

Não à toa, quem entende de churrasco quase sempre opta por picanha, fraldinha, baby beef e chorizo. Segundo Gleider Nascimento da Silva, o Nino, chef de uma das unidades da rede Barbacoa, os quatro cortes são bem irrigados e, por isso, suculentos e saborosos. Dispensam qualquer tempero. “Basta sal grosso, e só na hora de ir ao fogo.” A seguir, mais dicas do especialista.
PICANHA É a campeã dos churrascos do brasileiro. Para acertar na compra, Nino diz para olhar a gordura, que precisa ter aparência esponjosa e macia. Uma dica é fazer cortes contra as fibras antes de levá-la ao fogo. Outra é assá-la primeiro coma parte da gordura para baixo.
FRALDINHA Antes de colocar o sal grosso, pressione a peça no comprimento e faça um corte ao meio, de ponta a ponta, na superfície. “O cozimento será mais uniforme”, diz Nino.
BABY BEEF O miolo da alcatra deve ser cortado em bifes como se fatia lagarto, contra as fibras.
CHORIZO Esse é o pedaço preferido de Nino. “É uma carne de poucos segredos”, afirma ele. Só corte bifes de cerca de 2 centímetros de espessura e leve-os à grelha com sal grosso. (casa e jardim)

Maminha: Também conhecida como ponta de alcatra. Pode ser servida meio mal passada.
Filé Mignon: O mais nobre dos cortes, caracteriza-se pela maciez e sabor adocicado. Não é muito indicado para churrasco, mas pode ser preparado na grelha (inteiro ou em pedaços grandes).
Costela: Em duas versões, minga e ripa. A minga sai da parte de baixo da caixa torácica, formada por ossos mais finos e cartilagens, é mais entremeada de gorduras e carnes. A ripa é da parte de cima do boi, junto ao dorso. Tem ossos maiores, mais largos e a carne mais seca. Ambas devem ir à brasa, inicialmente, com o lado do osso virado para baixo.
Cupim: É a corcova do boi. A carne é exageradamente entremeada de gordura, por isso, é bom fervê-la no leite ou água, em panela de pressão; e quando for ao fogo, envolva em papel-alumínio para que amacie. Retire o papel somente para dourá-la.

Como cortar:
A carne no espeto obriga o churrasqueiro a cortá-la no sentido do espeto, o que muitas vezes não coincide com a técnica correta de corte.
Corte no sentido contrário às fibras. Basta manter a lâmina da faca em um ângulo de 90 graus (sentido transversal) com as fibras da carne.
As fibras da picanha “correm” na diagonal , portanto o corte deve ser sempre perpendicular a elas, ou seja, na diagonal oposta, para assegurar a maciez e textura desejada. A parte mais macia e saborosa da picanha é a pontinha, pois a face oposta da peça é aquela que se confunde com o início do coxão duro e não é tão macio.

LEITÃO: ótimo para churrasco, sirva bem passado. Separe em peças para que as diversas espessuras possam ser assadas em tempos diferentes.
Paleta: mais dura, mas saborosa; usada para assados e churrascos.
Lombo: Carne nobre e saborosa. Retire o excesso de gordura antes de levá-lo ao fogo. Deve ser servido bem passado, mas não ressecado.
Para cobrí-lo com queijo, depois de assado, aproxime-o das brasas até estalar, retire, pincele com azeite, polvilhe o queijo e retorne ao fogo até dourar.
Pernil: Excelente para assados. Asse inteiro ou cortado em grossas rodelas. Coloque em marinada e leve ao fogo envolto em papel-alumínio para que asse por dentro. Retire o papel para dourar.
Costelinhas: Geralmente tem muita gordura e pouca carne, o que representa baixo rendimento.
Prepará-la apenas com sal grosso é bom, mas vai uma dica para quem quiser ousar. Faça um molho com uma garrafa de vinho branco seco, uma garrafa de água, três colheres de sopa de mel, sal e pimenta-do-reino. Misture bem e deixe marinar por uma hora. Asse-as, regando com o mesmo molho.
JAVALI: a carne do javali é composta de 70 % de fibras vermelhas e 30 % de fibras brancas enquanto o porco tem 20% de fibras vermelhas e 80 % de fibras brancas. A cor vermelha do javali é muito mais intensa que a do porco, além de ser mais consistente em sua textura e encolhe menos ao ser cozida. Esta diversidade afeta não somente a cor e a textura entre as duas carnes; o autêntico javali, possui um sabor característico de carne de caça. O corte é semelhante ao do porco doméstico: Carrè (da cabeça ao quadril), pernil, costela e paleta. O lombo e o filé mignon são peças nobres de carne desossadas tiradas da parte superior e inferior (do carrè). As marinadas tornam a carne mais macia e enriquecem o sabor. Podem ser cozidos na caçarola, forno ou sobre brasas lentamente.
BÚFALO: Carne semelhante à bovina, mas com menos gordura, 40% menos colesterol e menos calorias.
CORDEIRO: (média cinco ou seis meses, castrado) Costela, carrè, paleta e pernil são os cortes preferidos. Costuma ser mantido em vinha d’alho, antes de assar. Deve ser assado lentamente.
CABRITO: Pode ser preparada com a mesma técnica do cordeiro, mas é bem mais magra do que ela.

AVES:
PATO: Deve ser marinado, envolto em papel-alumínio e assado lentamente, somente retire o papel para dourar.
CODORNA: Preparo semelhante ao do frango.
FRANGO:
A maneira clássica de cortar frango consiste em dividir a ave segundo sua própria anatomia, separando-a pelas juntas. Não é preciso força, mas é imprescindível ter à mão duas facas bem afiadas (uma grande, outra menor), uma tesoura e uma tábua de madeira.
Antes de cortar, procure sentir o ponto de junção dos ossos, onde será dado o talho. As facas devem ser manejadas com firmeza, por meio de um só corte incisivo. Não esqueça de que existem diferenças na textura da carne; se o corte não for feito corretamente, corre-se o risco de dividir a ave em partes mal acabadas que se desfazem nas bordas.
Os tipos mais comuns de frango são:
Frango de leite ou galeto: ave de até 3 meses, com aproximadamente 600g. Tem a carne macia, pouca gordura e sabor suave. Geralmente é grelhado, assado ou frito. É conhecido na região italiana como “al primo canto”. Pode ser marinado.
Frango comum: Entre 3 e 7 meses, chega a pesar mais de 1 kg. Seu sabor é mais acentuado e possui mais teor de gordura.
Frango capão: é o frango castrado, para que engorde mais. Tem a carne muito saborosa e gordurosa.
Os frangos podem ser preparados na grelha em partes : coxa e sobrecoxa, asa e meio de asa, filés de peito, desossados ou inteiros.

PESCADOS: Quando comprar postas ou filés de peixe, observe se a carne está brilhante e firme, evite carnes moles, de coloração opaca ou que soltem água ao serem tocadas.
Sugestões: Namorados, atum, salmão, bacalhau, pintados entre outros, em postas ou filés. Trutas, sardinhas, pescadas, lulas abertas, camarões, mariscos e ostras, no espeto ou inteiros na grelha.

LINGUIÇAS: Feitas a partir do lombo, pernil e até da cabeça do porco ou de outras carnes, aves e pescados, são apreciadíssimas em churrascos. Utilize-as de formas variadas: simplesmente grelhadas, em hambúrgueres, espetinhos combinados de outras carnes, legumes ou frutas (receitas no livro ”Lingüiça, Café e Cachaça”, de minha autoria).
DICAS:

  • Acenda o fogo uma hora antes do horário de início e só coloque a carne quando o carvão estiver em brasa.
  • Pingos de gordura podem gerar labaredas, portanto, não deixe a carne sozinha.
  • Não deixe os alimentos ao sol, podem deteriorar.
  • Caso não tenha grelha, aqueça bem o espeto antes de furar a carne, assim ela se tostará ao seu calor onde for penetrada, impedindo que os sucos se percam. Quando estiver pronta, retire do espeto e coloque sobre uma tábua de madeira.
  • Antes de assar, dê uma leve tostada na superfície para preservar o suco e a maciez. Depois, coloque-a no lado menos quente ou eleve a grelha.
  • Evite carnes congeladas.
  • Não mexa com carnes cozidas e cruas ao mesmo tempo, aumenta as chances das bactérias da carne crua passarem para a carne cozida ou outros alimentos; portanto, lave bem as mãos após trabalhar com carnes cruas. Coloque as carnes cozidas em travessas limpas e secas.
  • Todas as carnes marinadas devem permanecer sob refrigeração até o preparo.
  • Pincele com óleo as chapas e grelhas que serão utilizadas, para não “grudar” os alimentos.
  • Deixe os espetos de bambu ou madeira de molho em água antes de usá-los para evitar que queimem durante o churrasco. Antes de colocar os ingredientes, unte-os levemente para facilitar a remoção.
Post Relacionado
Em Tempos de Coronavírus
19/03/2020
CHURRASCOS – Defumados COM A TAMPA
22/01/2020
Churrascos: Castanhas Diversas Defumadas
22/01/2020
Acompanhamentos

Vegetais Variados na Grelha

Vegetais Variados na Grelha
(6 porções)
Ingredientes:

1 berinjela cortada em fatias de 1 cm.
Sal
1/3 de xícara de azeite
6 tomates pequenos cortados ao meio
6 cebolinhas com as pontas aparadas
1 pimentão amarelo sem sementes e cortado em quatro
1 pimentão vermelho sem sementes e cortado em quatro
2 abobrinhas cortadas horizontalmente em fatias de 5 mm.
1 colher de sopa de vinagre de estragão
1 colher de sopa de mel
125 gr. de cogumelos grandes
1 colher de chá de óleo de gergelim
1 pão tipo baguete ou bengala cortado em fatias de 1 cm.
1 dente de alho cortado ao meio
Preparo:
Aqueça a churrasqueira em ponto médio. Coloque a berinjela em uma peneira, salpique o sal e deixe escorrer por 30 min. Lave em água fria corrente e seque com papel absorvente. Pincele-as com azeite.
Coloque os seguintes ingredientes em tigelas separadas:
Tomates, cebolinhas, vinagre de estragão e uma colher de sopa de azeite, em uma;
Pimentão amarelo, pimentão vermelho, abobrinha, vinagre balsâmico e mel , em outra;
Cogumelos e óleo de gergelim na terceira.
Mexa até misturar. Esfregue o alho no pão cortado e pincele azeite.
Coloque os ingredientes sobre a grelha levemente untada e asse, virando de vez em quando, por 5 a 10 min.
Sirva acompanhado por Tahine, Pesto ou Molho adocicado de pimenta. Para uma apresentação deliciosa e simples, borrife vinagre balsâmico e ervas frescas picadas.
Sobremesas:
As sobremesas devem ser leves e fáceis de preparar. Sirva frutas, saladas de frutas, sorvetes com frutas, gelatinas ou mousses.

Post Relacionado
Em Tempos de Coronavírus
19/03/2020