Tag

sp

Entradas

Salada Colorida


Rendimento: 6 porções
Ingredientes:

1 maço pequeno de alface
1 maço pequeno de rúcula
1 maçã
2 colheres (sopa) de suco de limão
1 manga
3 figos
Flores de capuchinha
Sal a gosto
Vinagre de maçã e azeite a gosto
Preparo:
Lave bem as folhas de alface e rúcula e seque-as.
Lave a maçã, corte-a em fatias finas e coloque-as no suco de limão.
Descasque a manga e corte em cubos pequenos.
Lave bem os figos e corte em quatro pedaços no formato de meia-lua.
Lave as flores de capuchinha e seque-as.
Em uma saladeira, distribua as folhas, as fatias de maçã, os cubos de manga, o figo e as flores de capuchinha.
Tempere na hora de servir com o sal, o vinagre e o azeite.

Dica: a capuchinha é uma flor comestível, em tons de amarelo, laranja e vermelho. Rica em vitamina C, tem sabor ardido parecido com o da rúcula e é encontrada em supermercados e feiras livres.

Post Relacionado
Gazpacho
06/10/2020
Gazpacho
06/10/2020
Ajoblanco
06/10/2020
Outros

Raclette à Catarina (4 porções)


Ingredientes
-800g de queijo Minas
-6 bananas médias,
-Manteiga
-Canela em pó,
-2 colheres (sopa) de licor Grand Marnier,
-Açúcar
Preparo:
Funda o queijo nas frigideiras, enquanto as bananas, cortadas em tiras, são grelhadas sobre o grill. Polvilhe as bananas com a canela misturada com açúcar. Regue com licor e flambe (coloque fogo sobre o álcool derramado). Adicione o queijo fundido e sirva quente.
OBS: (sem racleteira, a opção é derreter o queijo em pedaços menores em uma frigideira t-fal ou no forno em tabuleiro antiaderente e levar para a mesa)

Post Relacionado
Risoto de flor de abobrinha
27/09/2020
É PRIMAVERA
27/09/2020
Alcachofra Recheada
03/09/2020
Outros

Raclette incrementada


(4 pessoas)
Ingredientes:

Picles em conserva
Cebolinha em conserva
Presunto cru ou Copa fatiados finos
Cogumelos fatiados, berinjelas fatiadas, abobrinhas fatiadas e grelhadas no azeite e sal
Batatas médias cozidas com casca e descascadas ou cozidas no forno envolvidas em papel alumínio
Queijos para acompanhamento especiais:
Gorgonzola, fontina, queijo fundido.
Preparo:
Nas frigideiras especiais para Raclette , derreter o queijo e raspar sobre os acompanhamentos.

Post Relacionado
Risoto de flor de abobrinha
27/09/2020
É PRIMAVERA
27/09/2020
Alcachofra Recheada
03/09/2020
Curiosidades

Você sabe o que é Raclette?


Inverno chegando… lareira… filmes na TV e comidas deliciosas no cardápio da família. Quem diz não ligar para o inverno, não sabe o que está perdendo! Na estação, onde estar acompanhado faz toda a diferença, resistir a um bom prato é impossível. E essa regra vale tanto para os convidados, quanto para os anfitriões.
Se você gosta de aproveitar as férias e as baixas temperaturas para reunir os amigos em casa servindo com elegância e praticidade, precisa conhecer as maravilhas que uma raclette pode fazer.
Ainda não conhece esse utensílio indispensável nas noites frias? Pois saiba que, segundo sua lenda, a necessidade dos montanhistas alpinos de aquecer alimentos não perecíveis durante suas pernoites nas montanhas fez com que a raclette surgisse. O queijo que levavam era aquecido no calor da lareira tornando-se muito mais fácil de ser colocado sobre as batatas. Esse ritual é seguido até hoje e de lá pra cá os invernos nunca mais foram os mesmos.
É claro que atualmente ela já está moderninha e facílima de manusear. É só aquecer sua resistência e, a partir dos suportes individuais, cada um dos convidados monta seus próprios pratos. Para fazer raclette você precisa da racleteira. No mercado você encontra opções para 4, 6, 10 e até 12 pessoas.

O raclette (no masculino) é um tipo de queijo suiço de consistência média.
A raclette (no feminino) é um prato típico suiço, à base do queijo homônimo. Na sua preparação, o queijo é aquecido e raspado sobre os pratos dos comensais. O termo deriva do francês racler, que significa raspar.
Bem, assim é a raclette original, lá da Suiça, mas por aqui já rolaram adaptações e cada pessoa acaba fazendo da sua maneira.
Primeiro, por aqui rola também com outros queijos além do raclette. A preferência, claro, são os queijos do tipo suiço – gruyére, emmental, maasdam – mas também dá para usar estepe, gouda, mussarela… Como eu disse cada um usa os queijos de sua preferência. O queijo é a estrela da raclette, por isso é bom caprichar. Se você não encontrar o queijo raclette, não hesite em fazer outras combinações. Mas, lembre-se: dê preferência aos queijos que derretem bem.
Os acompanhamentos também podem variar, mas o clássico é mesmo com batata, pickles e alguns tipos de frios, geralmente os mais puxados na gordura. Aliás, raclette é um prato gorduroso, não se iluda. Por isso, assim como o fondue, é um prato perfeito para o inverno, também para ser saboreado como um ritual, sem pressa, na companhia de amigos e boas garrafas de vinho.
Há quem leve a batata à racleteira sem o papel alumínio, porém com ele, a temperatura se mantém melhor. A batata (média), com casca e tudo é lavada e cozida com um pouco de sal (lembre-se que a maioria dos queijos já é salgados) e cravos espetados. Depois, é só retirar os cravos, embrulhar no alumínio e deixar na parte de cima da racleteira. Cada um se serve de uma batata (a conta é mais ou menos 2 por pessoa) e vai montando sua combinação de queijos… leva à racleteira, derrete e arrasta para o prato, por cima da batata.
Providencie também alguns frios – salame, parma, copa, lombinho são perfeitos. Os frios vão na montagem das pás de queijo ou, se preferir, direto ao prato.
Ah! Não se esqueça dos pickles – pepino em conserva é fundamental na raclette!
Como disse, adaptações existem e por isso, também gosto de fazer raclette com tiras de abobrinha ou berinjela – ficam uma d-e-l-í-c-i-a com o queijo derretido por cima… hmmm…Dá pra fazer também com cogumelos portobelo, fundos de alcachofra…etc.
Se você já está com água na boca e curioso para saber como é que tudo realmente funciona, prepare-se… E vamos às receitas para serem preparadas em sua nova raclette. Bom apetite!

Post Relacionado
Gazpacho
06/10/2020
Ajoblanco
06/10/2020
Coquetel com pétalas de rosa
27/09/2020
Post Relacionado
Risoto de flor de abobrinha
27/09/2020
É PRIMAVERA
27/09/2020
Alcachofra Recheada
03/09/2020
Lanches

Omelete de Forno


Ingredientes:
5 ovos
1 lata de atum
100 g de mussarela picada
1 lata de seleta de legumes escorrida
½ xícara (chá) de leite
1 colher (sopa) de farinha de trigo
1 colher (chá) de fermento em pó
4 colheres (sopa) de salsa picada
Preparo:
Bata ligeiramente os ovos e junte os ingredientes restantes. Coloque em um refratário untado (25 cm de diâmetro) e leve ao forno médio (180°C), preaquecido, por aproximadamente 30 minutos. Sirva quente ou fria.

Post Relacionado
Ajoblanco
06/10/2020
Sopa Fria de Abacate com Pepino
06/10/2020
SOPAS GELADAS
06/10/2020
Doces e Sobremesas

Pudim de Queijo com Calda de Goiabada


Ingredientes:
1 lata de leite condensado
A mesma medida da lata de leite
1 pote de requeijão
1 xícara (chá) de queijo parmesão ralado
2 ovos
1 gema
Manteiga e açúcar cristal para untar
Calda
200g de goiabada picada
1/2 xícara (chá) de água
Preparo:
No liquidificador, bata os ovos, o leite condensado, o leite, o requeijão e o queijo parmesão. Despeje em uma forma de buraco no meio, untada com manteiga e polvilhada com açúcar cristal. Leve ao forno médio, preaquecido, em banho-maria, por 2hs ou até firmar e dourar. Retire, deixe esfriar e leve à geladeira por 4 horas. Para a calda, leve ao fogo médio a goiabada e a água, mexendo até dissolver e formar uma mistura homogênea. Desligue e deixe esfriar. Desenforme o pudim, regue com a calda de goiabada e sirva em seguida.

Post Relacionado
Risoto de flor de abobrinha
27/09/2020
É PRIMAVERA
27/09/2020
Alcachofra Recheada
03/09/2020
Doces e Sobremesas

Doce de Abóbora na Cal


Ingredientes:
1,5 k de abóbora
300 gr de açúcar para a calda
2 xícaras (chá) de água para a calda
1 colher de sopa de cal virgem
8 cravos-da-índia
Açúcar Cristal (opcional)
Preparo:
Descasque e corte a abóbora em cubos médios e regulares.
Em uma vasilha coloque a abóbora cortada e água suficiente para cobri-la. Acrescente a cal na água e mantenha em infusão por 30 a 40 minutos. De vez em quando, vire os pedaços de abóbora.
Escorra a água e, com um garfo, fure pedaço por pedaço. Em seguida, lave em duas águas e escalde em água fervente. Faça uma calda em ponto de fio fino, com as 2 xícaras de água, os 300 gr de açúcar e os cravos-da-índia. Mergulhe os pedaços de abóbora nessa calda e cozinhe lentamente até que a abóbora fique transparente. Deixe esfriar e guarde em compoteira.
Dica: Caso não queira o doce em calda, no dia seguinte, escorra a calda em peneira e leve os cubos de abóbora para secar ao sol. Em seguida passe o doce em açúcar cristal

Post Relacionado
Risoto de flor de abobrinha
27/09/2020
É PRIMAVERA
27/09/2020
Alcachofra Recheada
03/09/2020
Doces e Sobremesas

Amendoim torrado doce


Ingredientes:
500g de amendoim (torrar por 3 minutos em potência alta, primeiro).
1 1/2 xícara de açúcar
1 colher de café de fermento em pó
2 colheres de chá de Toddy
1/4 de xícara de água
Preparo:
Misture tudo num pirex fundo e leve ao micro por 9 a 12 minutos em potência alta
mexendo a cada 3 minutos.

Post Relacionado
Doces e Sobremesas

Pé-de-moleque


Ingredientes:
3 xícaras de amendoim cru sem casca
2 xícaras de açúcar
2 colheres (chá) de bicarbonato de sódio
Preparo:
Lave o amendoim e escorra. Coloque em uma panela, o açúcar e os amendoins, misture bem e leve ao fogo mexendo delicadamente. Quando o açúcar começar a ficar com um tom dourado, acrescente o bicarbonato. Retire do fogo e misture muito bem. Despeje em um tabuleiro untado e, assim que começar a endurecer, corte em quadradinhos.

Post Relacionado
Risoto de flor de abobrinha
27/09/2020
É PRIMAVERA
27/09/2020
Alcachofra Recheada
03/09/2020