Category

Curiosidades

Curiosidades

E falando em chá, vamos desvendar aqui os segredos do Matcha

E falando em chá, vamos desvendar aqui os segredos do Matcha

pazzo scioccante Enumerare chas verdes Pollinator Plasticità Balena BaleenO matcha é feito das folhas mais jovens do chá verde (Camellia sinensis),que são protegidas do sol e depois convertidas em pó e, por isso, tem uma maior concentração de cafeína, teanina e clorofila, fornecendo antioxidantes para o organismo.

O consumo regular desse chá pode promover a saúde geral do organismo, isso porque alguns estudos científicos associam o consumo do chá matcha a melhorias no funcionamento do cérebro, perda de peso, além do efeito protetor sobre o fígado. O chá matcha pode ser encontrado em forma de pó ou em saquinhos de chá nos supermercados, farmácias, lojas de produtos naturais e lojas online.

Para o consumo diário recomendado é de 2 a 3 colheres de matcha por dia, o que equivale a 2 a 3 xícaras de chá pronto. O matcha é vendido em forma de pó e possui um aspecto espumoso quando preparado, além do sabor ligeiramente amargo.

Para o Chá

Ingredientes

1 colher de chá de matcha;

60 a 100 ml de água.

Preparo

Aquecer a água até inciar as primeiras bolhas de fervura, desligar o fogo e esperar esfriar um pouco. Colocar em uma xícara já com o matcha em pó, misturando até que o pó se dissolva totalmente. Para deixar o sabor do chá mais leve, pode-se adicionar mais água até completar cerca de 200 ml.

Também é possível adicionar canela ou raspas de gengibre no chá para suavizar o sabor e potencializar as propriedades anti-inflamatórias do chá.

Além de ser consumido na forma de chá, o matcha também pode ser utilizado como ingrediente na preparação de bolos, biscoitos, sorvetes, brigadeiros, cookies, bombons, pannacottas, pães e sucos, sendo fácil de incorporar na alimentação do dia a dia.

Post Relacionado
Pimenta Cambuci Recheada
14/04/2021
Figo com queijo cremoso e presunto cru
14/04/2021
Canapé com Aliche e Ovo de Codorna
14/04/2021
Curiosidades

Ratatouille

Provence é uma região francesa delimitada a leste pelos Alpes e pela Itália, a oeste pelo rio Rhône e ao sul pelo Mediterrâneo. Os sabores de Provence são consagrados. É nesta hora que os provençais vão ao coração da casa: a cozinha. A gastronomia provençal é autêntica e colorida. À base de produtos simples e frescos, enriquecida com ervas das colinas: tomilho, orégão, alecrim, funcho e “farigoulette” que evidenciam a carne de borrego, a carne de caça, os mariscos, os queijos de cabra e a quantidade infinita de legumes. Aqui entra a nossa receita do mês: Ratatouille
A enciclopédia Larousse Gastronomique define Rattatouille como ragoût de legumes e diz ser originária da Provença, mais precisamente de Nice, cidade que os italianos denominam Nizza e até 1860 pertenceu ao extinto reino de Sardenha, quando foi anexada à França. Em Nice, às vezes se acrescenta batata cozida à ratatouille. Os fundamentalistas discutem se convém incorporar ou não manjericão. Também não chegam a um consenso sobre como deve ser feita. Sustentam que os ingredientes precisam ser fritos ou refogados separadamente para respeitar a textura de cada um. Alguns fazem isso e depois montam cada um deles em camadas. Outros elaboram os ingredientes juntos e os levam à mesa misturados. Entretanto todos concordam que a ratatouille é uma especialidade versátil, consumida tanto fria como quente. No primeiro caso adapta-se ao couvert, acompanhada de vinhos brancos ou roses secos com bom teor de acidez. E quando servida quente, acompanha pratos principais, peixes grelhados, aves assadas e carré de cordeiro, bem como embutidos, ao lado de vinhos tintos aromáticos e encorpados, como Fitou ou Zinfandel.

Post Relacionado
Páscoa
31/03/2021
Bacalhau a minha Moda
31/03/2021
Bacalhau de Casa
31/03/2021
Curiosidades

Ao comprar peixe…


É importante escolher aquele que estiver mais fresco. O que se deve observar:

  1. Cheiro de limpeza e frescor, mais de mar e alga que do peixe propriamente dito. Um cheiro muito forte de ‘peixe’ indica que o mesmo não foi apanhado há pouco tempo. Deve, portanto, ser evitado.
  2. O peixe inteiro deve ter olhos claros e brilhantes e não embaçados ou fundos. As guelras devem ter coloração rósea ou vermelha.
  3. As escamas devem estar completas e brilhantes. Não se assuste com a viscosidade de alguns tipos de peixe, pois ela é facilmente retirada
  4. O peixe deve estar firme ao toque, nunca mole ou flácido.
  5. Os filés já cortados devem ter uma textura úmida, mas não aquosa. Os peixes brancos devem parecer brancos, mesmo. Ao comprar filés, certifique-se de que tenham sido feitos na hora e no local. A carne aberta é mais vulnerável a bactérias do que o peixe inteiro. É sempre bom comprar peixe fresco inteiro, pois não só fica mais fácil testar a qualidade do mesmo, como também, no caso do peixe branco, podem-se guardar os aparos para fazer caldo.
  6. Lembre-se também de que não é fácil congelar peixe fresco em casa, pois o freezer doméstico é mais lento que o comercial, permitindo a formação de cristais de gelo que prejudicam a textura e o sabor. Para ser congelado em casa, o peixe inteiro deve ter as entranhas retiradas, ser limpo, bem lavado e embrulhado em material próprio para comida congelada. Programe o freezer para temperatura mais baixa possível.
  7. Peixes enlatados, tais como atum, sardinha, anchova e arenque, duram mais que os congelados e oferecem pratos excelentes. A defumação é uma maneira de preservar o peixe que proporciona um gosto delicioso. Embora o haddock seja um dos favoritos entre os britânicos, a cavala, a truta e o salmão defumados têm se tornado populares e fáceis de encontrar.
Post Relacionado
Páscoa
31/03/2021
Ratatouille
31/03/2021
Bacalhau a minha Moda
31/03/2021
Curiosidades

Principais benefícios dos peixes:

  1. Fornecer proteínas para o corpo
    Os peixes são grandes fontes de proteínas e podem ser usados para substituir as carnes e o frango da dieta. As proteínas são nutrientes importante para a formação da massa muscular, dos cabelos, da pele, das células e do sistema imunológico, sendo um nutriente essencial para a saúde.

Peixes magros como robalo, garoupa e linguado são fontes menos calóricas de proteínas, enquanto os peixes gordos como salmão, atum e sardinha contêm mais calorias.

  1. Prevenir doenças cardiovasculares
    Os peixes são fontes de gorduras boas, especialmente os provenientes de água salgada, como atum, sardinha e salmão, pois são ricos em ômega-3, nutriente presente nas águas profundas do mar.

O ômega-3 atua no organismo reduzindo o colesterol ruim e aumentando o colesterol bom, além de reduzir a inflamação e melhorar o sistema imunológico. Com isso, o consumo de peixes reduz o risco de doenças cardiovasculares como aterosclerose e infarto, além de prevenir outros problemas, como o AVC.

  1. Melhorar a memória e prevenir Alzheimer
    Consumir peixe regularmente previne a perda de massa cinzenta no cérebro, que está ligada ao surgimento de doenças degenerativas como o mal de Alzheimer. Esse benefício está ligado à presença de ômega-3 e de nutrientes como cálcio e fósforo, importantes para a transmissão impulsos nervosos.
  2. Aliviar os sintomas de artrite
    Peixes ricos em ômega-3, como salmão, atum e cavala, ajudam a aliviar os sintomas da artrite por terem propriedades anti-inflamatórias. Ao aumentar os níveis de ômega-3 no organismo, a inflamação nas articulações é reduzida e as dores diminuem. Esse benefício também pode ser obtido consumindo suplementos com óleo de peixe ou ômega-3, mas é importante destacar que o consumo do alimento natural potencializa os benefícios dos seus nutrientes.
  3. Fornecer vitamina D
    Os peixes são as melhores fontes de vitamina D na alimentação, especialmente os peixes gordos, pois essa vitamina fica armazenada na gordura dos alimentos. A vitamina D funciona como um hormônio esteroide no organismo, sendo importante para prevenir problemas como diabetes, infertilidade, câncer e problemas cardíacos.

Além disso, a vitamina D aumenta a absorção de cálcio no intestino, ajudando a prevenir osteoporose, especialmente após a menopausa.

Fonte: https://www.tuasaude.com/beneficios-de-comer-peixe/

Post Relacionado
Pimenta Cambuci Recheada
14/04/2021
Figo com queijo cremoso e presunto cru
14/04/2021
Canapé com Aliche e Ovo de Codorna
14/04/2021
Curiosidades

PEIXES


Não tem quem não saiba que o peixe é um alimento nutritivo e deve ser consumido, pelo menos, duas vezes por semana. Mas, apesar da grande extensão do litoral brasileiro, a ingestão de peixes no Brasil ainda é muito pequena. Para que a alimentação fique mais rica e nutritiva, deve ser incentivado o consumo de peixe visando a diminuição da ingestão de ácidos graxos saturados e o aumento de poliinsaturados ômega 3, vitaminas e minerais.
Os peixes são ricos em proteínas de alta qualidade. Por serem ricos em aminoácidos essenciais (substâncias não produzidas pelo nosso organismo), os peixes possuem proteínas com valor nutritivo ligeiramente superior às das carnes vermelhas (como, de boi e porco). Além disso, as proteínas dos peixes favorecem o processo de digestão, portanto, combinam perfeitamente com as altas temperaturas dos últimos dias. Muita gente dispensa o consumo por não saber como preparar, então, aqui estão inúmeras receitas para todos os gostos e sem desculpas para incluir peixes no cardápio.

Post Relacionado
Ratatouille
31/03/2021
PEIXE ASSADO NO PACOTE
24/03/2021
Flan de pera com queijo
17/02/2021
Curiosidades

Humm!!! RECEITAS COM QUEIJO


Queijo é um alimento sólido feito a partir do leite de vacas, cabras, ovelhas, búfalas… O queijo é produzido pela coagulação do leite. Existem centenas de tipos produzidos em todo o mundo e podem ser consumidos puros ou como ingrediente de pratos diversos. O queijo é um bom complemento alimentar. A origem da palavra queijo parece se encontrar no latim popular caseus. A fonte mais antiga é provavelmente da raiz proto-indo-européia kwat-, que significa “fermentar, tornar ácido”. Em português, a palavra queijo surgiu por intermédio do espanhol queso, em 980. Na língua inglesa, a palavra cheese vem de chese (em inglês médio) e cīese (em inglês antigo). Palavras similares são compartilhadas por outras línguas germânicas. Quando os romanos iniciaram a produção de queijos duros para o suprimento de seus legionários, uma nova palavra começou a ser usada: formaticum, do latim caseus formatus, ou “queijo moldado”. É a partir dessa palavra que derivou a palavra francesa fromage, a italiana formaggio, catalã formatge…

Post Relacionado
Ratatouille
31/03/2021
PEIXE ASSADO NO PACOTE
24/03/2021
PEIXES
01/03/2021
Curiosidades

Uma visitinha pela Itália…

Ligúria: Esta região é composta das seguintes províncias:
Gênova
Impéria
La Spezia
Savona

Estreita faixa costeira chamada de Riviera Italiana, tem o maior porto do mediterrâneo na cidade de Gênova. Devido à escassez de território, há poucos campos, portanto, há restrita criação de animais e culturas de alimentos; como reflexo, sua culinária é restrita a produtos do mar, poucas produções de alho, azeitona e nozes. Atualmente existe também uma vasta produção vinícola e ervas como o tomilho, manjericão, alecrim e manjerona. Apesar de a cozinha Ligure ser restrita em ingredientes, ela é rica em sabores e uma das preparações mais típicas da Ligúria é o pesto, molho composto de alho, manjericão, pinoles ou nozes e azeite, muitíssimo apreciado por sua simplicidade, aroma forte e encorpado..
O Pesto
Quando se usava o mortaio de mármore e o pilão de oliveira, colocava-se primeiro, no fundo, o alho e o sal grosso, importante para manter verde o manjericão e assim se davam as primeiras piladas, depois, era acrescentado o manjericão aos poucos (folhas lavadas e secas) até obter uma espécie de pasta, então,se trabalhava o pinoli e o queijo. Em geral, o queijo era colocado em duas partes iguais. O composto bem amalgamado vinha terminado com o azeite. Em geral depois de fazer o pesto algumas vezes você percebia quando havia excedido o azeite. Hoje, é inútil se esconder atrás da retórica e da hipocrisia, nós usamos o liquidificador. Sem dúvida é mais prático mas pode esconder um grave erro: o azeite pode cozinhar o manjericão, por causa do calor. E isto é um problema porque o pesto deve ser usado rigorosamente cru. Devemos então usar a velocidade mínima do liquidificador e fazer breves pausas para evitar o aquecimento. Coberto com um mais de azeite, o pesto pode ser mantido em geladeira por diversos dias.
Sicília: Esta região é composta das seguintes províncias:
Agrigento
Caltanissetta
Catania
Enna
Palermo
Messina
Ragusa
Siracusa
Trapani

Maior ilha do Mediterrâneo vastamente colonizada pelos gregos e sarracenos que deixara marcas importantes na culinária e na cultura. Como conseqüência das invasões sofridas por 200 anos, a cozinha da ilha sofreu uma mistura de influências e hábitos. Ingredientes novos como o azeite oriundo da Grécia, o açúcar da Arábia, o tomate e pimentão, trazidos da América pelos espanhóis, foram muito importantes para a nova marca culinária. A mistura de uma cozinha pobre e popular, baseada essencialmente nos produtos existentes, com uma cozinha aristocrática dos primórdios de nosso século, resultou em pratos muito aromáticos. Um dos pratos mais famosos da Sicília é a caponata, muito utilizada como antepasto e cujo ingrediente principal é a berinjela. Quanto ao gosto pelos doces, advindos dos sarracenos, tornaram-se famosos os cannolis, sorvetes e cassatas.
A caponata
É um clássico siciliano, o equivalente da ratatouille francesa. As receitas de caponata variam de província para província siciliana. Algumas incluem ingredientes como amêndoa, uva passa, anchova e outras verduras como salsão e pimentão. Este prato, receita verdadeira da tradição culinária siciliana, pode ser servido como acompanhamento ou como prato único. Frio, pode ser oferecido como antepasto e é ótimo para acompanhar uma pasta, mas neste caso o molho pode ser acrescido com um pouco de purê de tomates (refogados, sem casca e sem sementes, e passados em uma peneira).
Post Relacionado
Ratatouille
31/03/2021
PEIXE ASSADO NO PACOTE
24/03/2021
PEIXES
01/03/2021
Curiosidades

Depois das Festas… SALADAS!


Foi-se o tempo em que apostar nas saladas para acabar com os quilinhos extras e manter a saúde equilibrada era um esforço sem nenhum gostinho em troca. Contando com ingredientes adequados, você pode incrementar seu prato de vegetais, deixando-o repleto de nutrientes, com sabor de sobra e calorias de menos. O segredo para fazer saladas atraentes e gostosas é combinar diversos tipos de folhas e usar alguns ingredientes como acompanhantes.

  • Misture, em uma mesma salada, alface, agrião, acelga, rúcula, almeirão e radicchio, por exemplo.
  • Use sempre legumes bem frescos ou de IV gama (os empacotados já lavados e prontos a usar).
  • Para aqueles que não gostam de ousar na hora de preparar o prato de folhas, é só misturar diferentes tipos de alface, como a crespa, a lisa, a americana e a roxa.
  • Investir no tempero é uma das principais maneiras de dar um sabor extra à salada. Além do azeite e vinagre de vinho (branco ou tinto), use também vinagre balsâmico, suco de limão, vinagrete e molhos à base de iogurte.
  • Não use maionese para temperar, mas sim azeite e vinagre ou molho de iogurte (iogurte, sumo limão, sal e pimenta)
  • Para quem não gosta de ter trabalho nenhum na cozinha, existem no mercado diversos molhos com baixo valor calórico. É só escolher o seu favorito.
  • Atenção à quantidade de sal. Opte por um bom sal, naturalmente marinho ou flor de sal e não um refinado.
  • Aproveite os benefícios das ervas e de quebra dê um quê a mais na salada: abuse das ervas como endro, coentro, manjericão, mostarda, hortelã, salsinha e erva-doce. As ervas apresentam propriedades antioxidantes, que combatem os radicais livres (moléculas capazes de provocar diversos malefícios ao organismo, desde o envelhecimento até o câncer).
  • Se gostar de cebola crua use-a, é uma excelente aliada do sistema imunitário.
  • Leguminosas como lentilhas, feijão e soja cozidos também são boas pedidas para fazer parte das saladas.
  • Introduza frutos secos (amêndoas, nozes, avelãs), pois são amigos do bom colesterol;
  • A lista de legumes que podem dar uma força para sua salada é bastante variada, contando com a abobrinha, berinjela, cenoura, batata e beterraba. Com cores bem diversificadas, eles deixam a refeição mais apetitosa aos olhos e, claro, que o paladar também agradece.
  • Para ousar e dar um sabor docinho à salada acrescente frutas. Abacaxi, maçã, abacate, manga são boas opções.
  • Se usar queijo, opte por um pouco rico em gorduras. Uma boa opção é o queijo fresco, ou melhor, ainda requeijão.
  • Se a sua intenção é montar a salada com todos os nutrientes contidos numa refeição principal, não se esqueça de lançar mão das proteínas e dos carboidratos. Se optar pelas carnes, recorra às brancas (aves) ou vermelhas bem magras, cozidas ou grelhadas e aos pedaços.
    Na hora da preparação, faça uma salada colorida, com vegetais verdes, cenoura, laranja, tomate encarnado. Não é uma opção meramente estética. Diversificar significa mais vitaminas e sais minerais.
Post Relacionado
Páscoa
31/03/2021
Ratatouille
31/03/2021
Bacalhau a minha Moda
31/03/2021
Curiosidades

Réveillon

Acredita-se que comer lentilha traz sorte, pois é um alimento que cresce e tem a forma de moeda. Outra simpatia bastante comum no Ano Novo para atrair dinheiro é chupar sete sementes de romã na noite de Reveillon e embrulhar todas num papel guardando o pacotinho na carteira para ter dinheiro o ano inteiro.


Entre as superstições devemos evitar o consumo de aves, como o peru, o frango, entre outras e também o caranguejo, pois esses animais ciscam ou andam para trás e ninguém quer regredir na vida, não é? Então, coma peixes e alimentos que fuçam para frente, como o porco.
Outras simpatias bem simples são: guardar uma folha de louro na carteira durante o ano inteiro para ter sorte, comer três uvas à meia-noite, fazendo um pedido para cada uma delas e, jogar moedas da rua para dentro de casa a fim de atrair riquezas.
Além de pular sete ondinhas, quem não estiver na praia pode dar três pulinhos com uma taça de champanhe na mão, sem derramar nenhuma gota, e jogar todo o champanhe para trás para deixar tudo o que foi ruim no passado ou pular num pé só (o direito), à meia-noite, para atrair coisas boas. E para quem deseja ter sorte no amor a dica é à meia-noite cumprimentar em primeiro lugar uma pessoa do sexo oposto. Essas são algumas crendices. E aí, vai arriscar alguma delas?

Post Relacionado
Ratatouille
31/03/2021
PEIXE ASSADO NO PACOTE
24/03/2021
PEIXES
01/03/2021
Post Relacionado
Ratatouille
31/03/2021
PEIXE ASSADO NO PACOTE
24/03/2021
PEIXES
01/03/2021